Cores do Chackra: entenda as 7 cores

cores dos 7 chakras

O reiki e as cores do chackra é uma terapia oriental realizado por meio das mãos que teve origem no Japão. Além disso, a utilização da energia do ser humano liberada por elas tem poder de cura física, mental e espiritual.

Para isso são utilizados alguns sinais do Reiki onde cada um deles corresponde a um chakra e possui seu significado, cor, e atua em uma região específica do corpo humano.

Tanto no Reiki como no Yoga, há interpretações que se complementam sobre o assunto. Sendo assim, vamos contextualizar todo esse universo falando sobre as e suas peculiaridades. Leia esse post até o fim e se seurpreenda!

Os chakras

Os chakras ficam em nossa coluna vertebral e são círculos energéticos que filtram nossa energia vital. Ao todo, são sete. Cada um tem a sua própria cor e cada qual possui um significado muito importante.

Em sua função individual, eles têm a condução de sua energia movimentada por meio dos meridianos. Ele se propaga como as ondas solares e dão sentido e rotação de acordo com cada pessoa.

Em suma, cada pessoa se desenvolve de maneira única. Quanto menor for a velocidade de movimentação dos chakras, menor e mais complexa vai ser a evolução do ser humano.

A cor de cada chakra

Seguindo esse contexto das características individuais, há também as “cores dos chakras”.

Esses cores estão relacionadas de forma direta às cores presentes na cromoterapia. Dessa forma, cada chakra não se limita a uma única cor e pode se moldar ao estado emocional e comportamento no momento.

Portanto, de maneira a dar um ponto de partida para o discernimento das cores dos chakras, serão resumidos os sete principais e suas cores iniciais. Confira a seguir!

Muladhara, o chakra básico

Citamos, em primeiro lugar, o chakra posicionado ao final da nossa coluna vertebral, próximo às glândulas que exercem controle sobre os rins e a própria coluna.

A cor que o identifica é a cor vermelha. Esta cor possui característica intensa, auxilia no combate ao desânimo, ao mau humor, à sensação de derrota e desperta a coragem e a superação.

No entanto, se este chakra estiver sem equilíbrio, as sensações de tristeza e o amargor de qualquer falta de sorte às práticas comuns da vida e possíveis realizações, vêm à tona de forma pesada.

Swadhistana, o chakra umbilical

Em segundo lugar, citamos o chakra posicionado à altura da pélvis, próximo às glândulas que exercem controle sobre o sistema reprodutivo. Ele controla a libido e o desejo.

A cor que o identifica é a cor laranja. Essa cor possui característica de destemor, coragem para superar desafios, concentração em atingir os resultados desejados; determinação.

No entanto, se este chakra estiver sem equilíbrio, as sensações de deficiência no despertar da libido, do desejo sexual e as confusões para enfrentar desafios vão surgir de maneira firme.

Manipura, o chakra do plexo solar

Em terceiro lugar, citamos o chakra posicionado à altura do pâncreas, próximo às glândulas que controlam o sistema digestivo que absorve carboidratos e gorduras.

A cor que o identifica é a cor amarela. Esta cor possui característica de:

  • visão;
  • estratégia;
  • invenção e destaque.

Assim como o ouro, essa cor traz consigo as sensações de nobreza e a superioridade.

Porém, caso nao esteja em equilíbrio, as sensações de deficiência ao se expressar, se impor diante de situações, dificuldades quanto a autoestima vão surgir de maneira a abalar todo o sistema.

Leia também:  Sessão de Reiki: qual valor cobrado?

Anahata, o chakra cardíaco

Em quarto lugar, citamos o chakra posicionado à altura do Timo, próximo às glândulas que estimulam nosso sistema imunológico, no qual é responsável por combater doenças e promover a auto recuperação.

A cor que o identifica é a cor verde. Esta cor, por vezes, está ligada à esperança, mas, neste caso, ela está focada na calma, na excitação da paz interior e equilíbrio. E também em trazer à tona toda coisas positivas.

No entanto, se ele não estiver em equilíbrio, as sensações de angústia se acentuam e fazem surgir, ou fomentam, problemas de relacionamentos conjugais, irritação e baixa autoestima.

Vishuddha, o chakra laríngeo

Em quinto lugar, está o chakra posicionado à altura do pescoço, relacionado à Tireóide, no qual produz glândulas que exercem controle sobre o sistema hormonal, capacidade de socializar, expressão e autocontrole.

A cor que o identifica é a cor azul. Esta cor possui característica de concentração a um nível espiritual. Está ligada a capacidade de descansar, de repousar o corpo e renovar as boas energias ao redor.

No entanto, se este chakra não estiver em equilíbrio, as sensações de deficiência ao despertar, falta de clareza para tomadas de decisões, cansaço, falta de segurança e problemas respiratórios vão surgir.

Ajna, o chakra frontal

Em sexto lugar, citamos o chakra posicionado ao centro do cérebro, entre os extremos direito e esquerdo dele. Está diretamente ligado às sinapses nervosas que geram grande atividade cognitiva, motora e intelectual estratégica consciente e inconsciente.

De acordo com as cores dos chakras, a cor que identifica o Ajna, inicialmente, é a cor índigo. Esta cor possui característica de estímulo à intuição, ao desapego, ao desprendimento de si para a transcendência astral.

No entanto, se este chakra estiver em desequilíbrio, as sensações de aflição, desligamento e frieza quanto aos acontecimentos presentes, antipatia, deficiência para memorização e alucinações começam a surgir.

Sahasrara, o chakra coronário

Em sétimo lugar, citamos o chakra posicionado acima, no topo da cabeça e ligado à glândula pineal, na qual regula a produção de melatonina e transporta hormônios pelo sistema sanguíneo do corpo humano.

A cor que o identifica é a cor violeta. Esta cor possui característica ligada ao lado positivo do oculto, à mística que cercam os vastos campos ligados às crenças, à fé e às emoções positivas.

No entanto, se não houver equilíbrio nesse chakra, as críticas, sobretudo ao sobrenatural ligados à fé, surgem quase que de uma forma cética e preconceituosa. Ou seja, você se torna uma pessoa ácida e com possibilidade de ter depressão.

Considerações finais sobre cores do chackra

Além de unir seu corpo, mente e alma, o Reiki e a cromoterapia exposta, conforme as cores dos chakras, trazem um precioso cuidado à sua saúde física e mental.

Ademais, é importante saber qual é o seu chakra. Para isso, há diversos testes gratuitos e online para a realização de cálculos, considerando respostas do seu cotidiano, cujas quais retornam qual é o seu chakra raiz.

Por fim, para saber mais e se destacar através da prática do Reiki, se inscreva em nosso curso 100% online de reiki e se torne torne um mestre e um profissional certificado. Assim, você vai transformar a sua vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *