Deixa fluir: 10 dicas para vida e relacionamentos

deixe fluir

O reiki é uma terapia oriental com origem no Japão que tem o poder de cura física, mental e espiritual. Para isso são utilizados alguns sinais do Reiki que nos deixa fluir. Cada sinal corresponde a um Chakra no qual possui seu significado, cor e atuação bem específicos que atuam no corpo humano.

Porém, para que tudo flua bem, é essencial a energia positiva para que se alcance o equilíbrio. Nesses tempos de crise que atravessamos, é importante deixar fluir. Por isso, neste post te daremos 10 dicas para isso. Confira!

1. Não guarde para sí.

De primeira, não se expressar diante daquilo que lhe incomoda é um péssimo hábito de algumas pessoas. Isso é o mesmo que ingerir veneno, porém, com efeitos devastadores sobre o equilíbrio dos seus chakras e sobre sua mente.

Logo, se as coisas não vão bem em seu relacionamento conjugal, como numa situação em que o parceiro ou parceira deixa a toalha molhada, sobre a cama, por exemplo, vai te ferindo e causa um grande trauma futuro.

Dessa forma, por um simples motivo, ou pequeno erro, uma catástrofe estará às portas, pronta para sair em plena fúria. Contudo, antes que se chegue nesse ponto, habitue-se a conversar e expor-se diariamente com seu parceiro.

2. Cada um é cada um e cada qual é cada qual…

Nesta segunda, cada ser humano é único e não. Por isso é comum que haja diferenças entre o modo de agir e pensar de cada pessoa. Afinal, nem mesmo quando nascem gêmeos idênticos, os comportamentos são iguais.

Diante disso, ser flexível e criar uma atmosfera positiva e encorajadora para que seu par também o seja, é essencial para encontrar paz e equilíbrio em nível físico, mental e espiritual, mantendo os chakras em equilíbrio.

Desta forma, com esse nível de flexibilidade comportamental, é possível evitar desgastes desnecessários. Abrir mão, fazer aquela atividade chata e enxergar o prazer da companhia, faz a paz reinar e a atividade nem ser mais “tão chata assim”…

3. Transcender ao relacionamento

Nesta terceira, transcender, ir além, buscar sentido complementar deve ser um exercício dentro de um relacionamento. Fechar os olhos e reduzir o seu, ou ambos os universos em um mundo de quatro paredes, não é saudável.

Embora seja uma prática saudável o fato de ceder aos gostos do outro, conforme a dica anterior, você não pode deixar de lado os seus próprios costumes, aquilo que te faz bem, que te faz feliz e ser autêntico.

Sendo assim, desde que haja bom senso e acordo mútuo, mantenha aquele futebol com os amigos, aquele encontro entre as amigas, a corrida, enfim, algo que esteja fora e complemente, exclusivamente, dentro do relacionamento.

4. Divertir-se em conjunto

A união é essencial, porém, precisa de combustível. Então, encontrar uma diversão em comum abastecerá isso tudo.

O fato de encontrar alguma atividade comum, agregará o prazer das companhias, o bem-estar relacionado àquela atividade, renovará as energias boas e eliminará as ruins, trazendo os chakras para o ótimo equilíbrio.

Outrossim, o fato de se divertirem juntos, vai possibilitar a oportunidade de aumentar o conhecimento mútuo e a admiração também. Pensem em trabalho voluntário, esportes, música etc.

5. Equilíbrio e harmonia

Esta quinta dica vem para que seja possível deixar fluir. Para que algo possa fluir, é necessário que as coisas estejam bem conectadas, livres, leves, limpas, enfim, em harmonia, de modo que fluam e fluam bem.

Leia também:  Terapia Reiki: como aplicar e receber reiki?

Manter a harmonia é imprescindível para qualquer relacionamento, inclusive, para que qualquer destas dicas possa ser efetiva, possa ser transformadora em sua plena capacidade e construa novas pontes.

Portanto, acreditar em seus pares, construir confiança através da verdade em suas verbalizações, em suas ações, a todo momento; enxergar a virtude, mesmo através de erros e ser fraterno são práticas condutoras para isso.

6. Coragem! Renove-se!

Neste sexto ponto de abastecimento de dicas, seja arrojado, tenha coragem, aguce o seu brio na busca do melhor EU possível. Sobretudo no convívio social, num relacionamento, a renovação é necessária.

Com isso você passará por um processo de aceitar seus erros e defeitos. Além disso, vai preisar se aliar à coragem de não os contestar e assumir o olhar do outro para entender a sua verdade de ser.

Logo, você atingirá a capacidade de renovar-se e inspirar o seu próximo a se renovar também. Assim, trará à tona a realidade de relacionamentos longos, felizes, plenos, chakras equilibrados e saúde para esbanjar.

7. É caminhando que a gente anda

Agir é a chave para esta sétima dica. A teoria é e sempre foi muito valiosa, pois, através dela, não precisamos cometer os mesmos erros de outros, ou de outras gerações, para conseguir progredir. Isto é, através da ação que conseguimos perceber os efeitos e obter experiências.

Por fim, apenas mentalizar algo, sem que o outro saiba, trará frustrações e desequilíbrio. Tome a atitude de verbalizar, de esclarecer para o seu próximo aquilo que você realmente quer, aquilo que você realmente espera dele.

8. Compartilhar afazeres

Principalmente para o relacionamento conjugal, essa dica é muito poderosa. A partilha, em todos os seus vieses, é sempre positiva, mas deixar fluir um bom relacionamento precisa de tarefas e estas precisam ser divididas entre todos.

Quando você divide o peso do fardo, este se torna mais fácil de ser carregado, o caminho a ser percorrido consumirá menos tempo e haverá, durante sua travessia, mais uma pessoa para conversar e conhecer.

Através desta analogia, cientificamente já foi constatado que há mulheres muito mais felizes com parceiros que dividem tarefas, do que as que tem parceiros que não o fazem ou são autoritários de alguma forma.

9. Cuide da vitrine

Além de tudo isso, nesta nona dica, há uma objetividade valiosa e uma subjetividade ainda mais valiosa. De uma forma metafórica, o mesmo produto, apresentado de formas diferentes, possui resultados de vendas diferentes.

Em suma, você deve cuidar de sua aparência. Como regra subconsciente, nós nos interessamos por aquilo que é belo, por aquilo que é agradável. Portanto, sob vários aspectos, a relação torna-se muito mais fluida quando você se cuida.

Além da objetividade externa, cuidar-se traz uma subjetividade interior, pois aflora-se a autoestima, o bem-estar e a autoconfiança. O seu relacionamento, com todas as certezas possíveis, será muito melhor sucedido.

10. Resiliência

Aqui, neste décimo ponto informativo, fica a maior dica de todas, pois ela se intercala e deve ser aplicada em cada um dos processos. Você precisará mudar, melhorar, entender, amadurecer, enfim, você sofrerá.

Diante do sofrimento, tendemos a recuar ou desistir. Sendo assim, seja resiliente, não desista de obter o seu melhor e ajudar o próximo a construir o melhor dele também. Portanto, deixar fluir e não desistir devem ser seus mantras sagrados em todo processo.

Considerações finais sobre que se deixa fluir

Por fim, para aprofundar-se e melhorar no assunto e aprender como se deixa fluir, inscreva-se em nosso curso 100% online de Reiki e torne-se um mestre e um profissional certificado. Você vai transformar a sua vida!

Leia também:  ASMR Reiki: envio de Reiki e alinhamento de chakras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *