Tai Chi Chuan: o que é, suas origens e princípios

origem do tai chi chuan

O Reiki foi criado no Japão e é uma arte terapia que utiliza o poder da imposição das mãos. A energia liberada por elas tem poder de cura física, mental e espiritual, principalmente com o Tai Chi Chuan.

Abordamos temas muito interessantes sobre a posição dos chakras, as suas cores e toda a sua abordagem dentro do Reiki e do Yoga. Dessa forma, fica claro que toda essa arte terapia consiste em uma poderosa forma de movimento e cura.

Por isso, vamos abordar o Tai Chi Chuan, originário da China e que possui a filosofia parecida com as artes anteriormente citadas. Ele é somado a milênios de sabedoria e nuances trazidos das artes marciais. Portanto, confira!

Olá Tai Chi Chuan!

Como citado anteriormente, o Tai Chi Chuan nasceu na China, por volta do ano 1200. Inicialmente, carregou-se de influência Taoísta e da Alquimia Chinesa e era uma arte marcial da China não exposta, uma arte interna.

Infelizmente, não é possível saber de forma precisa o seu local de origem, haja visto que esta é uma arte que possui muitas influências e resultado de muitos séculos. Ou seja, algumas influências foram pessoas que o moldaram e o transformaram nessa belíssima arte.

Em suma, diversas fontes apontam para uma origem lendária, na qual o monge Chang San-feng possuía um templo e difundia a suprema importância do equilíbrio e da harmonia em todos os aspectos da nossa vida.

Origem histórica

Noutro viés, há diversas fontes que apontam para a origem histórica, cuja qual pode ser comprovada. Nessa face está o Cheng Wangting, um general da Dinastia Ming, em meados de 1644.

Quando o general foi afastado de sua vida militar, em decorrência da queda da Dinastia Ming e devido ao seu retorno ao vilarejo onde nasceu, passou a ter constante contato com o método Taoísta de meditação.

Outrossim, ele passou a experimentar profundamente de energia e a sua fusão com os conhecimentos em artes marciais de outrora. Com a soma de todos estes fatores, originou-se o Tai Chi Chuan como o conhecemos hoje.

Variações e adaptações da arte

Diante dessa arte e de várias pessoas que se beneficiavam com todo o equilíbrio e sorte de benefícios à saúde. Ao longo do tempo, alguns discípulos passaram a adaptar o Tai Chi Chuan de acordo com determinadas necessidades.

O fato é que, desde sua origem, essa arte trouxe consigo a conhecida alternância entre o yin e o yang, assim como a sensível observação da natureza e capacidade superior da flexibilidade contra a rigidez.

Dessa forma, mantendo toda a essência e somando-se as adaptações condizentes com realidades personalizadas, surgiram cinco principais estilos de Tai Chi Chuan. Esses estilos que mantém a base dos princípios e se diferem em forma. Veja a seguir:

Tai Chi Chuan estilo Chen

O stilo Chen, entre os cinco principais, é o mais antigo. Originário do vilarejo de Chenijagou e desenvolvido pela família Chen, tem características mais próximas à arte em sua primeira forma.

Ele se utiliza de bases firmes, com posturas baixas e forte característica marcial, sobretudo, quando comparado aos demais 4 estilos. Além disso, possui uma combinação entre movimentos lentos, rápidos, curtos e com projeção de energia.

Por fim, esse estilo se potencializa no sentido marcial ao empregar armas brancas como espada, sabre, lança, bastão e a alabarda, ou, a lâmina do general.

Tai Chi Chuan estilo Thssen

O segundo dos cinco estios mais famosos é o Tai Chi Chuan Thssen, cujo qual tem sua origem histórica na província de Hebei, que nasceu há cerca de 200 anos atrás.

Leia também:  Honshazeshonen: símbolo de reiki

Ele se utiliza de bases firmes e precisas e tem posturas que não sofrem alterações de altura e movimentos em velocidade constante, lentos e suaves. Portanto, em sua maioria são movimentos longos, circulares e de grande amplitude.

O responsável por difundir esse estilo foi o mestre Yang Lu Chan, após grande escola com seu mestre Chen. Este estilo é ótimo para:

  • a prática do equilíbrio;
  • energização do corpo;
  • prática da respiração e concentração.

Tai Chi Chuan estilo Wu/Hao

Este terceiro estilo dessa fabulosa arte marcial chinesa é o Wu/Hao, cujo qual conta com as principais características dos estilos Wu e Yang. O seu surgimento se deu pouco tempo depois do estilo Thssen.

Através do mestre Wu Yuxiang, este estilo foi difundido mundo afora com os movimentos mais marcantes em sua forma de expressão marcial. Nele há o predominio de movimentos lentos, suves, e bases altas e pequenas.

Nesse sentido, esse estilo envolve toda a prática voltada para ataques e defesas de forma simultânea, como a promoção de um círculo de energia que aumenta a fluidez ao nosso redor, a concentração e as saúdes física e mental.

Tai Chi Chuan estilo Wu

Este estilo é o quarto mais antigo dos cinco principais estilos de Tai Chi Chuan principais e na maioria das vezes é confundido com o anteriormente descrito. Ele Surgiu no final dos anos 1800, com o mestre Wu Chuan-yü.

Através de seus mestres, este estilo foi difundido por todo o mundo tendo, como características principais, a constante preocupação do alinhamento perfeito, reto, do topo da cabeça até o calcanhar do pé posicionado atrás.

Além disso, outra característica é a preocupação na representatividade do Yin e Yang, através da usual distribuição do peso corporal entre as duas pernas, sendo que 100% do peso fica apoiado em uma perna, considerada Yang.

Tai Chi Chuan estilo Sun

Este último da lista dos cinco principais estilos, é Tai Chi Chuan estilo Sun, desenvolvido pelo mestre Sun Lutang em meados do século XX. Ele é o quinto estilo mais antigo desta arte.

Este também é um estilo amplamente divulgado mundo afora. Possui posturas altas e com pequenos movimentos circulares para manipulação da energia e passos sutis, além de manter uma velocidade constante.

Em sua composição, ele conta com a inspiração do estilo Wu, somada ao Hsing-I Chuan ou boxe dos cinco elementos, e ao Pa Kua Chang, ou palma dos oito trigramas.

O estilo único dos benefícios alcançados

Em sua etimologia, Tai significa o maior, o supremo; Chi significa polar; Chuan significa punho.

Contudo, vale lembrar que, independentemente do estilo, o importante é a manutenção de seu equilíbrio mental, corporal e espiritual. Ou seja, toda a energia que emana de você para fora e de fora para você.

Sendo assim, o Tai Chi Chuan ajuda na melhora da postura, melhora a respiração, diminui o estresse, aumenta a flexibilidade e aprimora a memória.

Considerações Finais

Por fim, além de unir seu corpo, mente e alma, através das suas práticas, o Tai Chi Chuan, assim como o correto aproveitamento do Reiki, trazem precioso cuidado à sua saúde.

Saber equilibrar o seu Yin e Yang, seu cheio e seu vazio, seus opostos e os conflitos internos, é extremamente importante para obtenção de uma vida plena e feliz.

Aprofunde-se e se destaque através dos nosso curso 100% online de Reiki e torne-se um mestre e um profissional certificado. Com certeza você vai transformar a sua vida!

Leia também:  Sino tibetano: o que é, onde comprar, qual preço?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *