Chakra Esplênico: o que é, como ativar?

como ativar o chakra esplênico

O termo conhecido como Chakra esplênico é nada mais nada menos que o segundo chakra, que fica localizado na região do baço. Se você já sabe um pouco sobre isso, sabe que esse é o chakra responsável principalmente pela energia da área sanguínea e baço. Ademais, ele interfere na questão de autoestima, criatividade, entre outras questões.

Informações gerais sobre o Chakra Esplênico

Sua cor mais marcante é o rosa e amarelo. Por influenciar em quase todos os chakras, ele não tem um elemento em específico. Ou seja, todos são ligados, nem mesmo símbolo ele possui. Esse chakra ajuda o ser humano a se habilitar em sua vida, além de distribuir uma energia prana, do Sol.

O que é Chakra Esplênico e por que ele recebe esse nome?

O termo esplênico vem de uma palavra inglesa, spleen, que significa baço. Esse chakra é considerado até mesmo como o guia da vida, pelo motivo de influência sobre nossos glóbulos que transmite ao corpo humano por inteiro.

Na fase da puberdade, fase dos 7/14 anos, é quando possui a maior probabilidade desse chakra se manifestar. O principal sintoma predominante é o sono, que é bem aparente nessa idade e também a autonomia. Ou seja, querer fazer tudo por sua conta sem que haja algum fator de influência sobre seu ato.

A questão materna é um pouco afetada pois vai vir a curiosidade sobre assuntos que podem ou não ser um tabu dentro da casa da criança ou do adolescente. Afinal, tudo será novidade é a curiosidade vai prevalecer.

Divulgação do chakra

Charles Webster foi o percursor por divulgar o Chakra Esplênico. Ele também era amigo de Annie Wood, que o ajudou nessa questão Teosófica, já que se tratava de um estudo místico. Porém, estudar o chakra na época apresentava muitos problemas para a sexualidade. Por esse motivo, Webster aperfeiçoou melhor o chakra sexual ao invés do Esplênico. Posteriormente, ele voltou a estudar sobre o segundo chakra também.

Chakra ativo – como desbloquear o Chakra Esplênico

O esplênico pode ser ativado a partir das atitudes do indivíduo, e até mesmo é possível saber se ele está em equilíbrio. Para isso, na meditação, usar a pedra específica desse chakra é interessante. Isso porque essa pedra age de forma específica no local afetado. Além disso, o Sol é algo muito importante para esse chakra, portanto, para ele ativar e agir, é indicado que faça uma caminhada pela manhã.

Todavia, não é apenas a atividade física que pode repor a energia do esplênico. A alimentação é algo crucial e nesse contexto, o abacaxi e milho são dois de muitos alimentos que enriquecem e ajudam a repor a energia. Além disso, o reiki também:

  • equilibra tanto esse como outros chakras;
  • evita as críticas ao próximo;
  • e, claro praticar sempre a igualdade, pontos cruciais para manter um equilíbrio.

Mais alternativas para ativar o segundo chakra

A oração, perdão, trabalhar com confiança e que dará tudo certo, observar o Sol são pequenos pontos que podem servem de grande significado e afetar de forma positiva sua energia. O Sol, por ter uma coloração amarelada e alaranjada, pode repor muitas energias, ainda mais sendo as cores predominantes do Chakra Esplênico.

Ademais, faz a diferença realmente se entregar, estar aberto de coração a novas situações, rotina, e entre outras coisas.

Assim, é possível ativar esse chakra apenas se o indivíduo sendo uma pessoa aberta. Consequentemente, você vai se tornar leve e de alma limpa. Se a pessoa está mais tímida, insatisfeita com si ou até mesmo se auto sabotando com críticas, se afastando de quem ama, isso pode ser fatores que o indivíduo precisa se reconectar consigo e praticar o Chakra.

Leia também:  O que são Chacras: conheça nossos 7 chacras

Sintomas positivos chakra Esplênico

Quando o chakra está alinhado, os efeitos colaterais são apenas positivos. A pessoa se socializa melhor e com mais facilidade. Ademais, fica mais disposta para cumprir suas tarefas do dia a dia, sem desânimo. Um dos fatores que podem influenciar quando ele está alinhado é a energia, que estará em ótimas condições, podendo assim ter controle sobre si e até mesmo ajudar o próximo.

Sintomas Negativos Chakras Esplênico

Assim como efeitos positivos, o chakra também pode acarretar pontos negativos quando desalinhado. Dessa forma, acaba afetando com constância sobre o indivíduo e sua rotina.

O indivíduo fica mais cansado, querendo sempre se manter sentado ou deitado. Até mesmo doenças a pessoa pode vir a ter se desestabilizado, como a anemia e leucemia. A pessoa se torna mais fechada, ou seja, não se expressa bem ou sem comunicação e com isso se tornando uma pessoa antissocial e na dela. Afetando até questões financeiras, consequentemente isso pode gerar uma certa ansiedade e fazendo comer a todo momento.

Sintomas mentais

Além de atitudes físicas o chakra pode afetar a mente do indivíduo, tornando-o uma pessoa infeliz, medrosa, autoritária, predisposta a se vitimizar e até mesmo a desenvolver o TOC (transtorno Obsessivo Compulsivo). Ou seja, uma pessoa com mania de limpeza.

Todavia, todos os chakras precisam estar em harmonia caso o chakra básico e esplênico não estiverem na mesma sintonia e instáveis os outros chakras, dificilmente conseguirão trabalhar junto e não saberão “para onde ir”.

Sintomas físicos

Sintomas físicos podem aparecer e a pessoa ver mais rápido de quando um sintoma mental surgir. O indivíduo pode começar a ter baixa imunidade, ficando frágil e evitando assim qualquer coisa que possa afeta-lo. Anemia e a síndrome do pânico podem aparem como sintoma quando esse chakra estiver desequilibrado e a síndrome do pânico pode ser o sintoma mais grave a afetar o corpo humano e logo após a leucemia.

Importância do Esplênico

Ele é considerado o chakra do centro, pois ele desequilibrado ou equilibrado afeta nossa energia e também nosso organismo, nos fazendo querer ou não algo. Os fatores da consciência têm relação com nossa vontade, ou seja, em que o indivíduo vai ou não se direcionar, se empenhar, por exemplo sobre algum trabalho, atividade de faculdade ou escola.

Esse chakra, quando estimulado, nos lembra que o indivíduo precisa se esforçar. Não se deve colocar as tarefas cotidianas como algo obrigatório, porque se não fizer, pode sofrer tal consequência e por isso faz por tal motivo. Mude sua visão “negativa” sobre o mundo e as coisas, sua vida e a sua energia vai melhorar demais.

Considerações finais sobre o Chakra Esplênico

No que diz respeito a esse chakra, o interior está diretamente relacionando com ele. Estimulá-lo vai ajudar você a começar a treinar seu autoconhecimento, porque saber sobre si é de suma importância, pelo simples motivo de muitas vezes o indivíduo observa mais para o exterior. Ou seja, invista em descobrir o que importa ou não para você, o que faz ou não, aprenda a justificar suas atitudes.

A autoestima é importante para cultivar o amor, ou seja, sem ela o indivíduo fica inseguro sobre si mesmo, acreditando que não pode cultivar o amor pois não se ama ou que não é amado (a). Por via das dúvidas, a grande quantidade de tal também pode afetar diretamente nas atitudes da pessoa, a tornando egoísta e pensando só em si.

Quando está estável, a pessoa se tornará confiante sobre tudo e até mesmo emanar tudo o que tiver de bom ao mundo. Para finalizar essa discussão, como você viu mais acima, o reiki pode ajudar você a ativar o chakra esplênico. Se tiver interesse em aprender mais sobre isso, matricule-se em nosso curso de reiki 100% online completo! É uma boa oportunidade de aprender e também de desenvolver o autoconhecimento!

Leia também:  Curso Reiki I: o que estuda Reiki Usui Nível 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *