Mens sana in corpore sano: significado e aplicação

Mens sana in corpore sano

Quando você lê “mens sana in corpore sano”, deve lembrar de uma citação em português também bastante conhecida: “mente sã, corpo são”. No entanto, as origens dessa citação são desconhecidas pela maior parte das pessoas. Além disso, as maneiras de praticar esse lema não são óbvias.

Neste artigo, você finalmente compreenderá o significado e as aplicações de ter uma mente sã e um corpo são. Confira!

Antes de qualquer coisa, entenda o significado de Mens sana in corpore sano!

A origem do “mens sana in corpore sano” está na literatura e é muito antiga!

Quem a escreveu foi o poeta romano Juvenal. O lema está no poema “Sátira X”, que está no livro “Sátiras”. Um dos fatos mais desconhecidos a respeito dessa citação é que ela foi escrita como um pedido de oração, conforme é possível observar nos versos abaixo:

“Deve-se pedir que se tenha mente sã num corpo são,

Embora, ao revés, tu peças algo mais e prometas nos templos

As entranhas e as lingüiças divinas dos porcos brancos.”

Essa é uma recomendação sobre o que desejar na vida: uma mente sã em um corpo são.

Se estendermos essa reflexão, percebemos que pouco adianta ter uma mente saudável se o seu corpo está doente. Questões como mobilidade e disposição ficam comprometidas quando estamos fisicamente doentes. Portanto, uma doença no corpo acaba limitando o que a nossa mente pode fazer.

Por outro lado, se a mente está doente, o corpo também fica mais frágil. Por exemplo, considere os casos de pessoas com depressão ou ansiedade. Essas são doenças que trazem consequências para o físico quando não estão controladas. Elas levam pessoas fisicamente saudáveis a não terem forças para lidarem com seu cotidiano.

Saber dessa relação complementar entre corpo e mente é importante. Entretanto, ainda mais importante que isso é aplicar essa sabedoria de forma prática. Assim sendo, mais abaixo, indicamos 5 maneiras de manter sua mente saudável e 5 maneiras para manter o seu corpo saudável também. Continue a leitura!

10 maneiras de aplicar o Mens sana in corpore sano

5 aplicações práticas para o corpo

1 – Exercícios físicos

Não tem como fugir. A prática de exercícios físicos é altamente recomendada para manter o corpo saudável por vários motivos:

  • aumento de força muscular,
  • fortalecimento dos ossos,
  • desenvolvimento de habilidades psicomotoras,
  • manutenção do peso.

Além disso, exercitar-se constantemente desencadeia uma série de reações químicas no corpo que interferem positivamente no emocional e no metabolismo. Dessa forma, o corpo funciona corretamente e permanece saudável por mais tempo!

2 – Alimentação saudável

A prática de exercícios físicos funciona ainda mais quando você se alimentar bem. Esse hábito é fundamental para exercitar o “mens sana in corpore sano”. 

Para se alimentar direito, você não precisa fazer grandes sacrifícios. Com a ajuda de um nutricionista, você descobrirá a quantidade adequada de alimentos e nutrientes que precisa comer todos os dias. Isso facilita uma reeducação alimentar que privilegie aquilo que faz bem ao corpo.

De modo geral, as recomendações básicas têm a ver com o aumento da quantidade de legumes e vegetais, na redução do sal e também de alimentos processados.

3 – Hidratação

Aqui nós consideramos o consumo de água separadamente da alimentação. Fazemos essa separação tendo em mente que o propósito da alimentação é nutrir. Por outro lado, o consumo de água visa à hidratação.

Leia também:  Reiki é uma religião? Entenda

Hidratar o corpo é fundamental para mantê-lo saudável por diversos motivos. Além de a água ajudar na manutenção da saúde do corpo, ela interfere no ressecamento de pele, unhas e cabelos. Assim, a hidratação do corpo tem um impacto significativo sobre a nossa aparência. Portanto, impacta a autoestima.

A quantidade a ser ingerida diariamente varia de pessoa para pessoa. Saber disso nos leva a ressaltar a importância de uma boa avaliação com um profissional da nutrição. Dessa forma, você descobrirá quanta água deve beber todos os dias.

4 – Consultas periódicas

Falando em avaliações com profissionais da saúde, uma maneira indispensável de manter o “mens sana in corpore sano” é por meio de consultas periódicas com médicos clínicos, dentistas e de outras modalidades.

A realização de exames de rotina é receitada por esses profissionais. Ademais, é a análise deles que garante que você sempre esteja atento às necessidades do seu corpo. Portanto, procure qual a periodicidade adequada para se consultar com profissionais como:

  • clínicos,
  • dentistas,
  • ginecologistas,
  • oftalmologistas,
  • reumatologistas,
  • entre outros, conforme sua necessidade.

5 – Higiene

Por fim, para cuidar do corpo, é importante manter cuidados básicos de higiene. Por exemplo, escovar os dentes diariamente conserva a saúde dos seus dentes.

Igualmente, tomar banho diariamente, com uma temperatura moderada, garante que seu corpo permaneça limpo e hidratado, livre de células mortas. Lavar as mãos e seus alimentos previne a ingestão de bactérias e microorganismos maléficos para o corpo.

Cada área do nosso corpo pede cuidados específicos. Procure entender quais são e aplicá-los na frequência desejada!

5 aplicações práticas para a mente

6 – Meditação diária

No que diz respeito à mente, sabe-se que uma das práticas mais efetivas na manutenção do “mens sana in corpore sano” é a meditação diária. Trata-se do estar presente “aqui” e “agora”, livres do estresse do cotidiano por pelo menos alguns momentos por dia.

A meditação é benéfica porque nos auxilia a ter mais controle sobre a respiração e a mente, ajudando a aliviar sintomas desagradáveis da ansiedade e da depressão, por exemplo. Ademais, meditar estimula a retenção do foco, a manutenção da memória e até o abandono de vícios.

7 – Terapia

Uma outra maneira de manter a sua mente sã é por meio de práticas terapêuticas. A psicanálise, o reiki e outras modalidades de terapia ajudam as pessoas a lidarem com problemas e frustrações.

Há diversas modalidades com efetividade comprovada. Experimente algumas e observe os benefícios que elas trazem para a sua rotina e sua mente!

8 – Bons relacionamentos

Relacionamentos saudáveis são um ponto central do “mens sana in corpore sano”, já que é muito difícil que uma pessoa permaneça emocionalmente estável vivendo completamente sozinha.

Um filme que exemplifica bem a necessidade que temos de conexão genuína é “O náufrago“. Nele, o personagem principal, Chuck Noland (interpretado por Tom Hanks), acaba criando um relacionamento com uma bola de vôlei a que dá o nome de Wilson.

A amizade entre Noland e Wilson é um demonstrativo radical do quanto o ser humano é avesso ao isolamento. Precisamos de pessoas, de acolhimento e de carinho.

9 – Sono reparador

Outra recomendação que trazemos para manter a sua mente saudável é investir na qualidade do seu sono. Ele deve ser reparador.

O “sono reparador” é o sono sem interrupções. Ou seja, o descanso é profundo e faz a pessoa despertar disposta a encarar o dia. Quando você tem pesadelos, acorda muitas vezes durante a noite e não acorda bem disposto, não teve um sono reparador.

Leia também:  O que faz um profissional de Reiki?

Para dormir bem, é importante acordar e dormir cedo. Também procure descansar por pelo menos sete horas. Ademais, é interessante adotar hábitos de higiene do sono, como evitar telas e cafeína antes de ir para a cama.

10 – Limite de informações

Por fim, para manter o “mens sana in corpore sano”, evite consumir informações e notícias de teor violento por muito tempo. Essas notícias têm o poder de deixar as pessoas mais ansiosas, estressadas e sem esperança. Permanecer nesse estado por muito tempo pode facilitar o desenvolvimento de doenças mentais. Logo, não é um hábito desejável.

Mens sana in corpore sano: Considerações finais

Neste artigo, você aprendeu como manter a sua mente e seu corpo saudáveis. Na discussão, falamos sobre a relação entre terapias e uma mente saudável.

Nesse contexto, não poderíamos deixar de falar sobre o nosso curso 100% online e completo de reiki. Nele, formamos profissionais prontos para tratar outras pessoas. Confira a nossa grade!

Por fim, caso tenha gostado dessa reflexão sobre o “mens sana in corpore sano”, confira os outros artigos disponíveis em nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *